5 passos para se tornar um franqueado.

Há mais de 20 anos que o mercado de franquias cresce, quase que ininterruptamente, independente de crises, governo ou qualquer outro tipo de intercorrência que poderia afetá-lo. Isso quer dizer que a força do nosso país está nas mãos de quem realmente trabalha, de quem produz, o famoso “skin in the game” o que em tradução livre significa “pele em jogo”, daqueles que não tem medo de “ralar” para conquistar o que almeja.


E franquia é isso! Trabalhar, trabalhar e trabalhar...

Quem pensa que comprando uma franquia irá trabalhar menos, está completamente enganado. Pois franquia, é um modelo de negócios já testado e aprovado pelo consumidor final daquele serviço ou produto, e isso, não isenta a necessidade de trabalhar. Aliás, você precisa entender que, sendo uma franquia você terá metas já definidas a serem cumpridas mediante a expectativa da franqueadora com a sua empresa.

Muitas vezes você terá que abdicar de tempo com sua família, investir recursos e será fundamental o apoio daqueles que o amam. Portanto, é muito importante que você identifique o melhor momento financeiro para efetuar o investimento necessário neste novo negócio e não comprometa suas contas particulares ou sua reserva de emergência.

A saúde financeira da sua família sempre será mais importante!

Quando você já tem certeza que deverá determinar tempo ao negócio, que irá trabalhar muito e seu capital de investimento já está disponível, então chegou o momento de escolher a “dedo” a franquia em que irá comprar.

Decidir a franquia sugere que você tenha afinidade com o negócio, vamos imaginar uma situação. Você é daqueles que prezam pelo final de semana em família, muito provavelmente nunca será feliz trabalhando nos finais de semana, e muito obviamente, não é aconselhado comprar uma franquia de Fast-food, que tem sua alta demanda nestes dias.

A escolha da franquia não passa apenas pela sua afinidade com o segmento, mas também por uma serie de demandas a serem observadas.

Sempre pesquise sobre a franqueadora, veja se a mesma não está com alguma pendência judicial, fale com os seus franqueados e pergunte sobre as vantagens e desvantagens, veja como está sendo o crescimento da marca e da rede no mercado, porém crescer rápido demais pode não ser um bom indicador, pois a rede pode perder capacidade de treinamento e suporte. Portanto, faça uma análise crítica em base de pesquisas.

E primordialmente, fale com a franqueadora.

Peça a COF – Circular de oferta de franquia e estude criteriosamente todos os pontos deste documento, o qual é regido pela lei de franquias número 13.966 e tem por obrigação mostrar todos os pontos importantes do negócio, desde o histórico da marca até as obrigações do franqueador e do franqueado.

Este documento é parte integrante da relação de documentos para adquirir uma franquia, que tem o pré-contrato e o contrato de franquia.

E por fim, e não menos importante, para você obter sucesso depois de todas estas dicas é muito importante você seguir as premissas e diretrizes da marca franqueada.

Franquia nada mais é que o conjunto formatado e padronizado de um modelo de negócios que deu certo com alguém.

Portanto, seguir a padronização, estudar e pesquisar a marca através dos documentos e em reuniões com a franqueadora, contar com o apoio da sua família, ter identificação com o segmento em que irá operar e trabalhar muito, é a receita do sucesso para você ser um franqueado.

E ai, está disposto?

Então clique aqui e fale conosco.

Um grande abraço.

André Jácomo - Fundador Franquia Marketing Bag.

Publicidade em sacos de pão.


In Jesus we Trust.

24 visualizações0 comentário